fbpx

Boca seca: o que é e como tratar

Boca seca: o que é e como tratar

Conhecido entre os especialistas como xerostomia, o problema de boca seca surge quando o organismo não consegue produzir o suficiente, uma quantidade de saliva para manter a região úmida. E isso pode ocorrer por diferentes motivos.

Em situações de estresse, tristeza ou ansiedade, por exemplo, o desconforto costuma ter curta duração. No entanto, tratamentos contra o câncer e o uso de remédios para hipertensão, diuréticos, sedativos e antialérgicos, entre outros, fazem com que o incômodo permaneça por mais tempo, colocando a saúde bucal em risco.

O que é boca seca afinal?

O termo boca seca significa que você não possui saliva suficiente para manter a sua boca úmida. É comum ocorrer das pessoas terem a boca seca de vez em quando, especialmente quando estão nervosas, aborrecidas ou em stress. Mas se você costuma ter sempre a boca seca, além de desconfortável, pode originar problemas de saúde mais sérios ou indicar que uma situação mais séria pode aparecer.

Como visto, a boca seca é caracterizada pela diminuição ou interrupção da secreção de saliva que pode ocorrer em qualquer idade, sendo mais comum nas mulheres idosas. Também chamada de assialorreia ou hipossalivação, pode ter diversas causas e o seu tratamento consiste em aumentar a salivação com medidas simples ou com o uso de medicamentos sob orientação médica.

A saliva tem outras funções do que apenas manter a boca hidratada – ajuda também na digestão dos alimentos, protege os dentes das cáries, previne infecções através do controle bacteriológico na boca e torna possível a mastigação e deglutição.

 


 

Quais as causas da boca seca?

Como dito acima, a saliva desempenha um importante papel para o organismo, atuando na proteção da cavidade oral contra infecções por fungos, vírus ou bactérias, que causam cárie e mau hálito. Além de umidificar os tecidos da boca, a saliva também ajuda na formação e deglutição do bolo alimentar, facilita à fonética e é essencial na retenção de próteses. Por isso, ao notar os sintomas de boca seca de maneira constante é importante ir numa ao dentista para uma avaliação.

As causas mais comuns de boca seca são:

1. Deficiências nutricionais
A deficiência nutricional para o organismo como um todo é prejudicial e pode afetar diversas partes do corpo humano. Para a boca, a falta de vitamina A e do complexo B podem ressecar a mucosa da boca e levar ao surgimento de feridas na boca e na língua.

Tanto a vitamina A quanto as do completo B podem ser encontradas em alimentos, como por exemplo peixes, carnes e ovos.

2. Doenças autoimunes
As chamadas doenças auto-imunes são causadas pela produção de anticorpos contra o próprio organismo, levando a inflamação de algumas glândulas do corpo, como por exemplo a glândula salivar, que resulta no ressecamento da boca devido à diminuição da produção de saliva.

Algumas doenças autoimunes que podem levar à boca seca são o Lúpus Eritematoso Sistêmico e a Síndrome de Sjögren, em que, além da boca seca, pode haver sensação de areia nos olhos e maior risco de infecções, como cáries e conjuntivite, por exemplo.

3. Uso de medicamentos
É importante ficar atento, pois o uso de vários medicamentos também podem propiciar a boca seca, como os antidepressivos, antidiuréticos, antipsicóticos, anti-hipertensivos e remédios para o câncer.

Além dos medicamentos, a radioterapia, que é um tipo de tratamento que tem como objetivo eliminar as células cancerígenas por meio da radiação, quando realizada na cabeça ou no pescoço, pode causar boca seca e aparecimento de feridas na gengiva dependendo da dose de radiação.

4. Problemas na tireoide
A tireoidite é uma doença caracterizada pela produção de auto-anticorpos que atacam a tireoide e levam à sua inflamação, o que causa hipertireoidismo, que normalmente é seguido por hipotireoidismo. Os sinais e sintomas de problemas na tireoide podem surgir lentamente e incluir o ressecamento da boca, por exemplo.

5. Alterações hormonais
Um fator comum a todo ser humano, as alterações hormonais, principalmente na menopausa e durante a gravidez, pode influenciar para que ocorra uma série de desequilíbrios no organismo da mulher, inclusive diminuir a produção de saliva, causando o ressecamento da boca.

Durante a gravidez, a boca seca pode ocorrer por falta de ingestão de água insuficiente, já que a necessidade de água no corpo da mulher aumenta durante esse período, pois o corpo precisa formar a placenta e o líquido amniótico.

6. Problemas respiratórios
Uma causa recorrente para apresentar boca seca é em função de alguns problemas respiratórios, como desvio de septo ou obstrução das vias aéreas, por exemplo, que pode fazer com que a pessoa passe a respirar pela boca ao invés do nariz, levando ao longo dos anos, mudanças na anatomia do rosto e maior chance de ter infecções, já que o nariz não está filtrando o ar inspirado. Além disso, a entrada e saída constante de ar pela boa pode levar ao ressecamento da boca e o mal hálito.

7. Hábitos do cotidiano
Alguns hábitos do cotidiano também influenciam para o surgimento da boca seca. Hábitos como fumar, comer alimentos com muito açúcar ou até mesmo não beber água o necessário, podem causar boca seca e mau hálito, além de doenças graves, como o enfisema pulmonar, no caso do cigarro, e da diabetes, no caso do consumo excessivo de alimentos com bastante açúcar.

Apresentar sintomas de boca seca quando se tem diabete é muito comum e geralmente é causada pela poliúria, que é caracterizada pelo ato de urinar muito. Uma maneira para evitar a boca seca em casos como este é aumentar a ingestão de água, no entanto, o médico poderá avaliar a necessidade da troca dos medicamentos para diabetes, dependendo da gravidade deste efeito colateral.
 


 

Como tratar a boca seca?

Existem diversas formas de cuidados que você pode ter para prevenir o aparecimento do problema ou diminuir seus efeitos até encontrar o tratamento mais adequado. Evitar o consumo de álcool e cigarro, já que estes são um dos responsáveis por causar ressecamento da boca. Se o problema for associado a medicamentos, é interessante conversar com seu médico sobre a possibilidade de substituí-los quando possível.

Beber água ou bebidas sem açúcar, regularmente, evitar bebidas com cafeína, como café, chá e outros refrigerantes, que podem causar a secura da boca, mascar pastilhas sem açúcar para estimular o fluído salivar (se algumas funções das glândulas salivares ainda existirem) podem ajudar a diminuir os efeitos de boca seca. Fique atento com alimentos muito condimentados ou salgados pois podem causar dor no caso de boca seca.

Quando necessário, é possível recorrer ao uso de uma saliva artificial em spray ou gotas que pode ser aplicada duas ou mais vezes por dia para evitar complicações provocadas pela xerostomia. Outra alternativa é utilizar um enxaguatório para matar as bactérias, remover partículas de alimentos e manter a boca hidratada.

O tratamento para boca seca está diretamente relacionado com a causa do distúrbio, mas alguns princípios básicos são recomendados, qualquer que seja o caso. Nesse sentido, frisamos novamente a importância de ingerir por volta de dois litros de água por dia, caprichar na higiene oral, evitar o consumo de bebidas alcoólicas e alimentos condimentados.
 

Fonte: Colgate, Minha Vida, TuaSaude, MedicoResponde, Sorrisologia, DrauzioVarella, Listerine
 

Adicionar Comentário

×
Olá, notamos que você está pesquisando sobre Boca Seca. Se você sofre com este problema ou está pesquisando para alguém, fale conosco e agende uma consulta agora mesmo. Clique no ícone abaixo para falar via Whatsapp.