fbpx

Cárie em adultos: Sintomas e prevenção

Cárie em adultos: Sintomas e prevenção

Muito se discute sobre a cárie em crianças devido ao risco proporcionado pelo alto consumo de açúcar e uma higiene oral deficiente. Entretanto, os riscos de uma saúde bucal precária somada ao estilo de vida e, em alguns casos, a outros fatores como idade, genética ou xerostomia (condição de boca seca causada pela falta de saliva), podem trazer consequências agravantes também para os adultos.

A cárie nada mais é do que uma deterioração dos dentes causada pela fermentação de restos de alimentos presentes na boca pelas bactérias, transformando-os em um ácido que corrói o esmalte do dente e ocasionando lesões. Normalmente negligenciado pela maioria das pessoas por ser muito comum, o problema pode trazer consequências mais graves como perda de dentes.

Apesar da cárie geralmente ser indolor, principalmente no início, ela pode tornar-se extremamente dolorosa em alguns casos. Isso ocorre quando ela se alastra pelo dente, chegando à sua polpa, região onde ficam os nervos. Então, se não tratada no início, além de destruir o dente, a cárie pode originar um abscesso que só poderá ser tratado através de canal, cirurgia ou até extração do dente.

Existem três tipos de cáries:

. Cárie coronária: mais comum, se localiza nas regiões de mastigação, ou seja, na superfície dos dentes e laterais de contato entre eles;

. Cárie Radicular: ocorre normalmente em adultos e idosos. Esta cárie atinge a raiz exposta dos dentes – que não possui esmalte como proteção da dentina –, condição causada pela retração gengival que ocorre com o envelhecimento;

. Cárie de infiltração: é a cárie que costuma ocorrer entre a restauração e o dente. Acontece principalmente quando as restaurações são antigas.

O consumo de alimentos muito doces (com muito açúcar ou amido) e a alimentação várias vezes ao dia sem a higiene bucal correta são os principais fatores que causam cáries. Hereditariedade, escovação errada, localização do dente, idade, xerostomia (boca seca) e transtornos alimentares também pode ajudar a ocorrência do problema.

Apesar de ser uma doença silenciosa na maior parte dos casos, alguns dos sintomas mais frequentes são:

  • Dor de dente
  • Sensibilidade dentária
  • Dor leve ou aguda ao comer ou beber
  • Orifícios visíveis nos dentes
  • Coloração escura em toda a superfície de um dente
  • Dor ao morder

Como prevenir a cárie?

A higiene oral é a principal forma de prevenção de cáries. Ela consiste em limpeza profissional regular (a cada seis meses, pelo menos), escovar os dentes pelo menos três vezes por dia e utilizar fio dental diariamente. Podem ser feitos raios-X anuais para detectar o possível desenvolvimento de cáries em áreas de alto risco na boca.

É preferível comer alimentos mastigáveis e pegajosos (como frutas secas e doces) como parte de uma refeição e não como um lanche. Se possível, escove os dentes ou enxágue a boca após comer esse tipo de alimento. Diminua a frequência dos lanches, que criam um suprimento contínuo de ácido na boca. Evite tomar bebidas açucaradas e comer balas e doces frequentemente.

Os selantes dentais podem evitar algumas cáries. Selantes são películas finas de plástico aplicados às superfícies de mastigação dos molares. Essa película impede o acúmulo de placa nas cavidades profundas dessas superfícies vulneráveis. Os selantes normalmente são aplicados nos dentes das crianças logo após o surgimento dos molares. As pessoas mais velhas também podem se beneficiar do uso de selantes.

botao tratamentos neo

Normalmente, recomenda-se usar flúor para proteção contra cáries dentárias. Foi comprovado que pessoas que ingerem flúor na água ou por meio de suplementos apresentam menos cáries do que outras. Se o flúor é ingerido quando os dentes estão se desenvolvendo, ele é incorporado à estrutura do esmalte e o protege contra a ação dos ácidos.

O flúor tópico também é recomendado para proteger a superfície do dente. Produtos que contenham flúor incluem alguns tipos de creme dental e enxaguantes bucais. Muitos dentistas incluem a aplicação de soluções tópicas de flúor (aplicadas em uma área localizada do dente) como parte das consultas de rotina.

Agende uma consulta na NEO!

Adicionar Comentário